Universo Angkor Thom – 1


Pátchima:

Pois bem meus amigos, entramos na van após o café da manha e seguimos rumo ao tao esperado Angkor Wat. No caminho Alann foi nos contando sobre o país, história, sua economia, populaçao. E uma curiosidade sobre o nome da cidade onde estamos. No sec. 16 o rei Suryavaranam II daqui do Camboja derrotou os Siameses (tailandeses) e a cidade entao recebeu o nome de Siem (Siao) Reap (Derrotado). Alann nos passou um mapa e pasmada tomei ciencia do tamanho de Angkor Wat!!! Na santa ignorancia achava que Angkor Wat era um prédio, um monumento. Qual o que!!!!!

Angkor Wat é o prédio central daquilo que eles chamam de Angkor Thom, um complexo de muitos templos numa área de 400 km2 !!!! Entao vamos começar pelo complexo de Angkor Thom.

Visitamos o chamado Grupo Rolous (tipo de árvore do local) que está fora das muralhas de Angkor Thom. Lá estao tres templos: Preah Kho, dedicado a Shiva, construíido em 879. Em frente ao templo estao imagens do touro sagrado protegendo-o. Bakong, templo construido em 881; e Lolei, templo construido em 893. Templos belissimos. Nem vou me atrever a falar sobre detalhes porque são infindáveis e não tenho conhecimento.


O que posso dizer é que a grande maioria dos templos traz influencia hinduista e budista. As imagens gravadas nas paredes mostram esta mescla. Junto as ruinas de Lolei havia um templo ativo onde pudemos apreciar a vida do Buddha retratada em quadros pintados por toda a parede do templo. O nosso professor guia foi nos orientando a visita. Maravilha!


Entre Bakong e Lolei ainda passamos pelo Mercado de Rolous. Local onde as pessoas dos vilarejos realizam o comércio. Nestas visitas aos mercados locais tem-se idéia mais aproximada de como vivem as pessoas, o que elas consomem, como se vestem, como se relacionam, o que comem, o que ouvem, etc. Depois conto sobre o que vimos dentro das muralhas de Angkor Thom.

1 thought on “Universo Angkor Thom – 1

  1. Muito bom! Muito bom! Esse quadro é belissimo! Quisera eu ter esses dons de pintar! Faria um desses em homenagem ao Sr. Buddha e a MahaMaya.

    Abraços da Maya!

Os comentários estão fechados.