Objetivos comuns das religiões

Colocaremos aqui no Folhas no Caminho algumas notas escritas por um grupo de buddhistas de Cingapura a respeito de como se comportar diante de pessoas que tentam nos converter para a sua religião. Mais tarde elas serão reunidas e aparecerão no site do Nalanda.

Objetivo em Comum das Religiões

Extraído do livro “Buddhist Attitude Towards Other Religions”, página 7, do Venerável Dr. K. Sri Dhammananda.

Os fundadores de cada religião tiveram como seu objetivo fundamental a união de toda a raça humana – cultivar harmonia, boa vontade e compreensão entre todas as pessoas do mundo.

Assim como as abelhas que colhem mel de diferentes flores, o sábio enxerga apenas o que há de bom em todas as religiões e aceita a essência de diferentes ensinamentos. Por exemplo:

O Buddhismo diz: “Não machuque os outros de uma forma que você mesmo acharia dolorosa”.

O Taoismo diz: “Considere o ganho de seu vizinho como seu próprio ganho, e a perda de seu vizinho como sua própria perda”.

O Cristianismo diz: “Tudo que você gostaria que os homens fizessem a você, faça o mesmo por eles”.

O Islamismo diz: “Faça aos homens o que você acha que deveriam fazer a você, e rejeite aos outros o que você rejeitaria para si mesmo”.

Hinduísmo diz: “Não deixe que alguém faça aos outros o que ele não faria para si mesmo”.

Nosso agradecimento à Josiane B. pela tradução.