Meditação na Vida Diária

“Hoje espero ter uma oportunidade de fazer o bem para os
outros, de fazer os outros felizes e de me fazer feliz”.
Uma dica do prof. de dharma Godwin Samararatne a respeito da meditação na vida diária, traduzida pelo grupo de tradução do Centro Nalanda:

Eu gostaria de compartilhar alguns pensamentos com vocês sobre a integração da meditação na vida diária. Uma coisa é que temos de ser muito claros sobre nossas prioridades. Se dermos uma prioridade muito alta para a meditação e para a vida espiritual, então tudo flui a partir daí. Vai ser difícil para essa pessoa dizer: “Eu não tenho tempo para meditar”. Então, é preciso ser muito claro sobre esse ponto.

Algo que podemos tentar fazer quando acordamos de manhã é gastar apenas alguns minutos deitados na nossa cama ouvindo os sons ou sentindo o corpo. Talvez pudéssemos fazer um pouco de meditação de bondade amorosa pela manhã, apenas tendo este pensamento: “Hoje espero ter uma oportunidade de fazer o bem para os outros, de fazer os outros felizes e de me fazer feliz”. Isso pode levar cinco ou dez minutos no período da manhã, enquanto ainda estamos deitados.

Outra sugestão é tentar conscientizar-se das pequenas e rotineiras coisas que fazemos, como escovar nossos dentes: essa é apenas uma sugestão muito simples. Vocês podem fazer um pequeno esforço para escovar os dentes com conscientização. Nós todos sabemos que, quando escovamos os dentes, fazemos isso mecânica e habitualmente, enquanto na mente estamos em outro lugar. Este simples exercício de manhã, escovar os dentes de uma forma muito cuidadosa, vai nos ajudar a desenvolver a conscientização, e como um benefício extra, seus dentes vão brilhar na escuridão! Outro exercício simples é que ao tomar um banho de manhã, vocês podem simplesmente ficar lá por dois ou três minutos somente sentindo a água sobre o corpo, apenas estando com a sensação. É um belo modo de começar o dia“.