Uncategorized

3 Questões

Um dos melhores exemplos de Dhamma enquanto dever de que falei anteriormente, foi ilustrado pelo venerável Nhat Hanh em “Para Viver em Paz” com a estória das três questões do Imperador, escrita por Tolstoy. “Qual é a melhor hora para fazer cada coisa?”, “Quais as pessoas mais importantes com quem se trabalhar?”, “Qual a coisa mais importante para se fazer todo o tempo?”. Quem respondesse essas três questões receberia uma grande recompensa do imperador e… claro, ninguém do reino conseguiu responder até que o eremita que vivia na montanha foi lembrado. O imperado foi até ele e, obviamente, o velhinho não respondeu nada e continuou a cuidar de seu jardim, até que…. É desnecessário continuar com a estória, já que todo buddhista que se preze deve ter o livro em suas prateleiras. Mas essa é uma estória que perfeitamente ilustra o Dhamma enquanto dever de uma forma prática e pontual. A conclusão é evidente e exata, e não é a toa que Nhat Hahn conclui dizendo que a estória não fica abaixo de nenhuma que aparece nas escrituras buddhistas, chegando a chamar Tolstoy de ‘bodhisattva’.

E devo agradecer as palavras gentis e visita de Jane, Petrucio e Elton. O professor Chalegre dirige o Daissen Zendo e seu site é excelente para qualquer um com interesse no Buddhismo Zen e Buddhismo em geral. Outro impossível de desconhecer no meio buddhista (apesar do esforço em não aparecer) é o Elton, cujo site apresenta apenas uma pequena parte de todos os seus recursos artísticos e outros mais, com especial ênfase na seção de caligrafias, escritas e ícones. O outro site dele nem é preciso dizer qual é.

Compartilhe com seus amigosShare on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Comments are closed.

Powered by: Wordpress
%d blogueiros gostam disto: