ABHAYA

…sem medo

Abhaya-dāna – Ofertar o destemor, a confiança, a afabilidade, a tolerância. Com respeito ao objeto do oferecimento, quando se oferece o espaço, a complacência e o tempo para que os outros se sintam a vontade para estar e pensar, ou quando não se deprecia as suas capacidades ou se aponta suas fraquezas, cada um desses é considerado como oferta de destemor.

No Angutara Nikaya, no “livro dos três”, verso 172, o Buddha diz que devemos dar de tal modo que o recebedor não se sinta humilhado, depreciado ou ofendido. Devemos dar com a consideração e o respeito corretos e fazer o beneficiado sentir-se aconchegado, bem vindo e feliz para voltar.

O envolvimento pessoal no ato de dar – como o dar com as nossas próprias mãos e a promoção da concórdia através da nossa preocupação, boa vontade e comprometimento em relação ao ato – reforçará seguramente a qualidade do nosso abhaya-dāna.

Será desta forma, e ainda mais, se dermos coisas que estão em bom estado, de boa qualidade, úteis e apropriadas, e não aquelas coisas que são próprias para serem jogadas fora.

~ uma tradução do Jorge F.

dhanapala

Este é o blog pessoal de Ricardo Sasaki (Dhanapala), psicoterapeuta, palestrante e professor autorizado na tradição buddhista theravada e mahayana, tradutor, autor e editor de vários livros, com um grande interesse na promoção e desenvolvimento de meios hábeis que colaborem na diminuição real do sofrimento dos seres, principalmente aqueles inspirados nos ensinamentos do Buddha. Dirige o Centro de Estudos Buddhistas Nalanda e escreve no blog Folhas no Caminho. É também um dos professores do Numi - Núcleo de Mindfulness para o qual escreve regularmente. Para perguntas sobre o buddhismo, estudos em grupo e sugestões para esta coluna, pode ser contactado aqui.

One Comment

Comments are closed.