rewata dhamma

Alegre Viajante – 3

Dalai Lama e Ven. Rewata Dhamma

Residir na Índia deu a ele a oportunidade de entrar em contato com todos os tipos de pessoas. Ele fez parte do comitê que deu as boas-vindas ao Dalai Lama quando de sua fuga para a Índia em 1969, o que levou a uma amizade duradoura. Ele contou a história de seu primeiro encontro com Sua Santidade, a qual havia perguntado quem era o monge sênior que estava no quarto. Ao ouvir que era o Dr. Rewata Dhamma, ele imediatamente se levantou e ofereceu seu assento. De fato, ele veio a realizar tal oferta repetidas vezes depois, mas Bhante nunca aceitou. ‘Ele era o regente do Tibet e eu um humilde monge’, ele explicava. Ainda assim, ele elogiou o Dalai Lama pela observação dessa regra monástica [1].

XVI Karmapa

O Dr. Rewata Dhamma também parecia ter laços de amizade com vários monges exilados do Tibet que então estudavam na Índia, alguns dos quais ele veio mais tarde a encontrar novamente no ocidente. O mais significativo para seu futuro foi conhecer Frieda Bedi, que veio a se ordenar como monja Karma Kagyu sob o nome de Irmã Palmo. Subsequentemente ela se uniu ao grupo de Sua Santidade Gyalwa Karmapa XVI, o líder da escola Karma Kagyu do Buddhismo Tibetano, e mencionou o Dr. Rewata Dhamma quando da intenção do Karmapa de estabelecer um Centro Buddhista em Birmingham.

Goenka-ji

O mestre laico de meditação S.N. Goenka também viveu na Índia. De origem birmanesa, ele pertencia a uma família de mercadores que se orgulhava de sustentá-lo em seu trabalho. Naquela época, quarenta anos atrás, havia poucos no ocidente que sabiam quem ele era. Tendo ouvido sobre a reputação do Dr. Rewata Dhamma em termos de sua erudição quanto ao Abhidhamma, Goenka se aproximou dele para ser instruído. Bhante propôs uma barganha, ele o ensinaria o Abhidhamma e em retorno seria instruído no método de meditação de Goenka. Existiram aqueles que franziram a testa por causa de um monge se dirigir a um laico para receber ensinamentos, mas Bhante não se incomodava. Para ele, aprender algo novo era mais importante que sua dignidade pessoal. Devido a isso, o Dr. Rewata Dhamma foi reconhecido como um professor de tal método e através dos anos recebeu as boas-vindas nos centros de Goenka nos três continentes.

Aung San Suu Kyi

Entre outros que Bhante conheceu nessa época foi Aung San Suu Kyi, então com onze anos de idade, e futura líder do movimento democrático na Birmânia. Sua mãe era, na época, embaixadora na Índia. Curiosamente, a então Primeira Ministra da Índia, Indira Ghandhi, pediu a ele para ir a Pequim em 1974 a fim de estar presente no leito de morte da mãe do príncipe Sihanouk do Camboja. Seu objetivo secreto enquanto estava por lá era o de conquistar o apoio da China para a conferência de paz a ser realizada na Índia após os recentes testes nucleares. Embora melhorias nas relações sino-indianas não ocorressem até dois anos mais tarde, é possível marcar a partir desse ponto o começo de seu envolvimento com os processos de paz e reconciliação.

[1] nota do tradutor: segundo a regra monástica um monge mais novo sempre cede o assento e se inclina para alguém há mais tempo ordenado. O Ven. Rewata Dhamma era sênior em relação ao Dalai Lama.

Comments are closed.

Powered by: Wordpress
%d blogueiros gostam disto: