Alegre Viajante – 6

Continuação de Alegre Viajante – 5.

Dentre os primeiros visitantes do centro estava o Reverendo Roger Hooker, outro companheiro também estudante da época de Bhante em Varanasi. Ele igualmente se mudou para Birmingham e, mais tarde, se tornou conselheiro interreligioso do Bispo Anglicano. Na Europa antiga, é dito, eruditos de diferentes países costumavam conversar em latim, a língua comum dos eruditos. Mas esses dois viajantes experientes do Oriente imediatamente começaram a conversar entre si em sânscrito, partindo mais tarde para o híndi para um bom papo coloquial.

Outro notável hóspede foi Mahasi Sayadaw em 1979. Quando se mudou para Oakenholt e presidiu uma ordenação em grande escala, Bhante perdeu seu atendente laico, que decidiu receber o manto de seu distinto professor. Ele agora é conhecido como Ven. Pesala.

Dr. Rewata Dhamma está em pé, à esquerda; ao centro estão Mahasi Sayadaw e Ajahn Chah

Sayadaw seguiu para a Holanda e Suíça, com Bhante como tradutor. Em sua segunda visita a Oakenholt em 1981, uma Associação Mahasi Vipassana foi estabelecida com o Dr. Rewata Dhamma como seu diretor. Seu vihara figurou então como afiliado aos Centros de Meditação Mahasi.

U Thittila Sayadaw

No ano seguinte, Oakenholt hospedou mais um evento onde Bhante teve um papel principal, ajudado mais uma vez por alguém que havia conhecido primeiramente na Índia; o professor tcheco de psicologia, Mirko Fryba, então vivendo na Suíça. Na época, o Dr. Fryba estava visitando a Oxford University e participou de uma Conferência Internacional de Estudos Buddhistas juntamente com os eruditos cingaleses Ven. Walpola Rahula e o Dr. Saddhatissa. Bhante os persuadiu a participarem de um Seminário de Abhidhamma em Oakenholt,

U Nyanissara

para o qual o Dr. Rewata Dhamma convidou o erudito birmanês U Thittila Sayadaw como convidado de honra. Também participaram seu velho amigo U Nyanissara, conhecido como Sitagu Sayadaw, e o veterano mestre do Sri Lanka, Mahanayaka Balangoda Ananda Maitreya, que visitava a Inglaterra naquele ano. O seminário durou cinco dias e meio. Cada um se dedicou a um tema particular, introduzido por Bhante, seguido de um painel de discussões e perguntas dos participantes.

Ananda Maitreya

Após a primeira palestra geral por U Thittila, o Dr. Fryba apresentou um relatório sobre o ensinamento do Abhidhamma para os psicólogos ocidentais, o qual abriu um tipo de encontro Oriente-Ocidente sobre o uso da análise do processo mental, algo que foi obviamente apreciado por todos os acadêmicos ocidentais presentes. Outra contribuição ao seminário foi uma palestra sobre “As Forças Fundamentais da Mente” pelo Dr. Rewata Dhamma.

dhanapala

Este é o blog pessoal de Ricardo Sasaki (Dhanapala), psicoterapeuta, palestrante e professor autorizado na tradição buddhista theravada e mahayana, tradutor, autor e editor de vários livros, com um grande interesse na promoção e desenvolvimento de meios hábeis que colaborem na diminuição real do sofrimento dos seres, principalmente aqueles inspirados nos ensinamentos do Buddha. Dirige o Centro de Estudos Buddhistas Nalanda e escreve no blog Folhas no Caminho. É também um dos professores do Numi - Núcleo de Mindfulness para o qual escreve regularmente. Para perguntas sobre o buddhismo, estudos em grupo e sugestões para esta coluna, pode ser contactado aqui.

3 Comments

  1. É verdade Fernando, parecem apontar e olhar para o noviço de orelhas compridas, hoje ele ja deve estar senior.

  2. Que encontro esse, hein???
    Eles estão apontando para um monge ali:
    – “Ei você?”
    – “Eu?”
    – “Sim. Por favor, essa reunião é só para Arahants, Sotappanas é na sala ao lado. Obrigado”

    Vamos aguardar o próximo capítulo.

    Metta,

    Fernando

Comments are closed.