Bosque de Bambus

Você sabe qual a diferença entre um Hokku e um Haiku? Ou nem tem idéia do que as duas palavras significam? Confira o excelente artigo explanatório do Prof. Miklos em:

Um extrato:

O Bosque de Bambus

– Coletânea de Poesia Hokku e Haiku –

Autoria: Tam Huyen Van

Introdução


A tradição poética clássica japonesa se caracteriza por uma busca do inefável através de um, digamos, lirismo sensível e natural. Isso significa que a arte poética, no Japão, sempre se fundamentou pela busca da sublimação, da transcendência das paixões humanas através do exercício sutil e ao mesmo tempo claro, direto – e em certos momentos, visceral – das manifestações de arte. Eis o aspecto da maravilhosa cultura japonesa que mais pode confundir algumas mentes: como é possível a arte japonesa pretender ser sutil e transcendente sem ao mesmo tempo se valer do romantismo diáfano e sonhador e das elucubrações racionais muito comuns nos movimentos criativos ocidentais?…

dhanapala

Este é o blog pessoal de Ricardo Sasaki (Dhanapala), psicoterapeuta, palestrante e professor autorizado na tradição buddhista theravada e mahayana, tradutor, autor e editor de vários livros, com um grande interesse na promoção e desenvolvimento de meios hábeis que colaborem na diminuição real do sofrimento dos seres, principalmente aqueles inspirados nos ensinamentos do Buddha. Dirige o Centro de Estudos Buddhistas Nalanda e escreve no blog Folhas no Caminho. É também um dos professores do Numi - Núcleo de Mindfulness para o qual escreve regularmente. Para perguntas sobre o buddhismo, estudos em grupo e sugestões para esta coluna, pode ser contactado aqui.