buddhistas devem usar perfume, jóias, etc?

Buddhistas pintam o corpo?

Buddhistas pintam o corpo?

Um dia desses me fizeram uma pergunta interessante, se uma praticante buddhista deveria pintar os cabelos, unhas, usar perfume, joias, etc, uma vez que tais coisas podem induzir ao desejo, apego e vaidade. A resposta que cada pessoa adotará depende, como em tantos outros casos, de escolhas e entendimentos individuais. O preceito de abster-se do uso de joias e enfeites existe para um dia específico mensal na vida dos laicos, chamado em pali de ‘uposatha’, enquanto que se torna permanente para monges e monjas. Nesse dia os laicos escolher viver de forma mais simples, vivenciando a moderação, o estudo do dhamma e a meditação. Comem menos, nada de festas e danças, agitam-se menos. Mas o Buddha não proibiu ou censurou mulheres ou homens (e antigamente os homens se adornavam muito mais) de usarem perfumes, jóias, etc., . Há um pouco de vaidade? Provavelmente sim. Mas há muita coisa mais importante para você acabar antes disso. A falta de virtude, honestidade, sinceridade, paciência te tornará muito mais feia aos olhos do marido/namorado/amigos do que a falta de esmalte nas unhas…

dhanapala

Este é o blog pessoal de Ricardo Sasaki (Dhanapala), psicoterapeuta, palestrante e professor autorizado na tradição buddhista theravada e mahayana, tradutor, autor e editor de vários livros, com um grande interesse na promoção e desenvolvimento de meios hábeis que colaborem na diminuição real do sofrimento dos seres, principalmente aqueles inspirados nos ensinamentos do Buddha. Dirige o Centro de Estudos Buddhistas Nalanda e escreve no blog Folhas no Caminho. É também um dos professores do Numi - Núcleo de Mindfulness para o qual escreve regularmente. Para perguntas sobre o buddhismo, estudos em grupo e sugestões para esta coluna, pode ser contactado aqui.