Continuando o 1. dia

O programa de hoje seguiu mais ou menos como o programado. Alem de varios monges e professores conhecidos por aqui, algumas amizades vao se formando. O evento contou hoje com um numero enorme de pessoas, as quais encheram o grande auditorio do Centro Nacional de Convencoes.

Infelizmente, Bhikkhu Bodhi, por motios de doenca nao pode vir. Em seu lugar, a primeira palestra inaugural foi feita pelo lama frances Mathieu Ricardo, tradutor do Dalai Lama e autor do livro que fez sucesso no mundo, “o Monge e o Filosofo” (acho que eh esse o titulo). Mas o acontecimento marcante do dia foi mesmo o coro que Thich Nhat Hanh trouxe de tarde. Foi belissimo. Um coro afinado de monges e monjas que causou uma impressao marcante em todos da plateia. A seguir veio sua palestra, muito boa. Eu jah havia lido varios de seus livros e ouvido cds com suas palestras, mas, mais uma vez, sua palestra mostra que ouvir uma aula de Dharma ao vivo eh algo completamente diferente. Nao eh so o conteudo que conta. Temos a voz, as expressoes da face e do corpo, todo o ambiente. Foi muito bom ouvir pela primeira Thich Nhat Hanh ao vivo.

Estamos num intervalo agora, e logo mais comeca um programa cultural.

Nota: Todos por agora ja sabem de outra tragedia que aconteceu por aqui na Asia, o grande terremoto que ocorreu na China. Nossas condolencias aos irmaos chineses que sofrem, como todos os demais habitantes desse planeta. Foi dito que mesmo aqui no Vietnam os tremores foram sentidos. Tambem noticias perturbadoras, apesar de que um tanto esperadas, eh o controle do governo militar de Myanmar sobre os suprimentos envidos as vitimas do ciclone Nargis. Para aqueles que possam estar preocupados com a campanha do Centro Nalanda, nao precisam se preocupar. Justamente porque nossa iniciativa ser de menor porte, ela segue por outros caminhos que uma grande remessa de suprimentos da ONU ou outra instituicao seguiria.

Algo muito bonito de hoje foi de que por duas vezes, todos pararam para um minuto de silencio em homenagem as vitimas em Myanmar e China. Houve canticos de todos os monges Theravada reunidos tambem dedicados ao alivio do sofrimento das vitimas.




dhanapala

Este é o blog pessoal de Ricardo Sasaki (Dhanapala), psicoterapeuta, palestrante e professor autorizado na tradição buddhista theravada e mahayana, tradutor, autor e editor de vários livros, com um grande interesse na promoção e desenvolvimento de meios hábeis que colaborem na diminuição real do sofrimento dos seres, principalmente aqueles inspirados nos ensinamentos do Buddha. Dirige o Centro de Estudos Buddhistas Nalanda e escreve no blog Folhas no Caminho. É também um dos professores do Numi - Núcleo de Mindfulness para o qual escreve regularmente. Para perguntas sobre o buddhismo, estudos em grupo e sugestões para esta coluna, pode ser contactado aqui.

4 Comments

  1. Obrigada prof, por compartilhar tudo isso connosco. Imagino como foi emocionante ver e ouvir Thich Nhat Hanh!

  2. Tudo muito emocionante… dá vontade de chorar só de ver as fotos. É realmente empolgante estar em um lugar assim, com tanta gente que dedicou sua vida ao Dhamma junta e fico feliz por saber que você é um desses… abração!

  3. Fiquei emocionada de ler e ver as fotos, grande encontro! Imagino que seja realmente surpreendente ouvir Thich Nhat Hanh ao vivo. Boa estadia e registre tudo para nós 🙂 .

  4. Que beleza de colorido, quanta gente e que belo o Centro de Convenções! Fátima

Comments are closed.