coqueiros, olinda chinesa e o corpo

Depois de uma passagem por Gaibu no dia de ontem em busca de inspiraçao (e como nao achar com esta paisagem aí do lado), visitamos hoje o templo Fo Guang Shan de Olinda. Fomos gentilmente recebidos pela Li que nos mostrou o espaçoso local onde ocorrem várias atividades. O templo se localiza em regiao privilegiada logo diante do mar. Quem mora por lá tem a opçao de aprender kung fu e também mandarin!

Enquanto isso continuam os eventos de Buddhismo Theravada por aqui, agora prosseguindo com uma introduçao à meditaçao do ponto de vista do canon antigo. Ontem vimos alguns pontos fundamentais de todo o edíficio da meditaçao buddhista com uma discussao sobre quem é nosso melhor amigo, uma comparaçao das ondas nas praias recifenses e o trabalho contemplativo, além dos reais objetivos da meditaçao buddhista, a qual nao deve ser vista como uma mera prática. E hoje é dia de nos dedicarmos um pouco mais ao ¨corpo¨ do ponto de vista da prática meditativa abordando os quatro primeiros exercícios das ¨fundaçoes da observaçao vigilante¨ ensinadas pelo Buddha.

Enquanto isso, recebemos notícias de que o grupo de Curitiba está com mais uma opção de meditação agora às quintas, das 07h às 08h; uma boa opçao para quem acorda cedo e nao tem medo de frio, pois a temperatura por lá nao está fácil. Já aqui no nordeste é fácil acordar a quaquer hora, toda hora é boa… E em breve estaremos de volta a Aracaju.

dhanapala

Este é o blog pessoal de Ricardo Sasaki (Dhanapala), psicoterapeuta, palestrante e professor autorizado na tradição buddhista theravada e mahayana, tradutor, autor e editor de vários livros, com um grande interesse na promoção e desenvolvimento de meios hábeis que colaborem na diminuição real do sofrimento dos seres, principalmente aqueles inspirados nos ensinamentos do Buddha. Dirige o Centro de Estudos Buddhistas Nalanda e escreve no blog Folhas no Caminho. É também um dos professores do Numi - Núcleo de Mindfulness para o qual escreve regularmente. Para perguntas sobre o buddhismo, estudos em grupo e sugestões para esta coluna, pode ser contactado aqui.