Dalai Lama na abertura

Caros amigos, mais uma rapida atualizacao sobre a conferencia internacional “A Heranca de Nalanda” aqui na India. A Conferencia terminou ontem, e foi extremamente proveitosa. Mais tarde no Brasil, talvez escreva mais sobre ela, juntamente com algumas fotos dos eventos. A abertura, como havia dito previamente foi muito bonita, e contou com a presenca especial de S.S. o Dalai Lama. Na fileira de frente no mesmo palco estiveram alguns dos delegados de diferentes paises, juntamente com Dr. Nirmala Deshpande, que foi a chairperson de todo o evento. Dr. Deshpande eh uma das importantes seguidoras de Gandhi e Vinobha Bhave, dois grandes lideres dos direitos humanos. Obviamente todos jah ouviram falar de Mahatma Gandhi. Vinobha Bhave seguiu seus passos e Deshpande foi discipula de ambos.

Tambem presentes na tribuna de frente o primeiro ministro indiano e Santong Rimpoche, o primeiro ministro do governo tibetano no exilio. Ele nao irah junto com o Dalai Lama ao Brasil, mas pude conversar com ele mais tarde e enviar saudacoes em nome do Colegiado Buddhista do Brasil e de todos os brasileiros.

Amanha parto para Gaya, onde estarei visitando alguns templos hindus antigos juntamente com o professor Boisvert, e depois para Bodhgaya. Assim que der faco uma nova atualizacao.

Na foto, da esquerda para a direita: representante de Kushinagar (B.Chines na India), de Singapura, do Brasil, da Thailandia (Sulak Sivaraksha) e tres representantes de escolas japonesas.

dhanapala

Este é o blog pessoal de Ricardo Sasaki (Dhanapala), psicoterapeuta, palestrante e professor autorizado na tradição buddhista theravada e mahayana, tradutor, autor e editor de vários livros, com um grande interesse na promoção e desenvolvimento de meios hábeis que colaborem na diminuição real do sofrimento dos seres, principalmente aqueles inspirados nos ensinamentos do Buddha. Dirige o Centro de Estudos Buddhistas Nalanda e escreve no blog Folhas no Caminho. É também um dos professores do Numi - Núcleo de Mindfulness para o qual escreve regularmente. Para perguntas sobre o buddhismo, estudos em grupo e sugestões para esta coluna, pode ser contactado aqui.