dia de sol no Minho

*

De Braga a Aveiro foi resolvido que faríamos o caminho mais longo e aproveitando o belo dia de sol, os amigos Antonio e Conceição me levariam para atravessar a região do Minho, passaríamos pela costa, de cidade em cidade até chegar a Aveiro.

Em Póvoa de Varzim (lugarejo cujo nome suscitou indagações linguísticas sobre a origem de tal nome, sem uma conclusão satisfatória) paramos no Náutico Bar para um gostoso café à beira da praia e conversas sobre a Thailândia.

No verão é dito que esta região fica cheia, mas agora enquanto ainda há uma fresca brisa são poucos aqueles que se arriscam nas águas frias.

O momento de surpresa ficou por conta de um dos estabelecimentos situados bem à margem da praia:

Estava fechado assim tão cedo pela manhã, o que nos privou de ver o que se fazia num tal ‘club’ em meio a muitas estátuas de Buddha…. Enquanto isso, o belo mar e suas ondas iam nos levando para outros pensamentos.

Logo em seguida passamos por Vila do Conde:

Com praias e rios, para em seguida pegar pequenas estradas e descobrir novas freguesias:

Em Espinho, nova parada para ver o mar:

É possível imaginar o movimento que há aqui no verão, nessas amplas praias e calçadões. Nesse lugar inspirador, foi resolvido que almoçaríamos, e como em todas as refeições por aqui, memorável! Difícil foi se manter acordado até chegar em Aveiro!

dhanapala

Este é o blog pessoal de Ricardo Sasaki (Dhanapala), psicoterapeuta, palestrante e professor autorizado na tradição buddhista theravada e mahayana, tradutor, autor e editor de vários livros, com um grande interesse na promoção e desenvolvimento de meios hábeis que colaborem na diminuição real do sofrimento dos seres, principalmente aqueles inspirados nos ensinamentos do Buddha. Dirige o Centro de Estudos Buddhistas Nalanda e escreve no blog Folhas no Caminho. É também um dos professores do Numi - Núcleo de Mindfulness para o qual escreve regularmente. Para perguntas sobre o buddhismo, estudos em grupo e sugestões para esta coluna, pode ser contactado aqui.

3 Comments

  1. O tal Buddah era uma discoteca com um ambiente bem característico por causa das estatuas. Agora mudou e tornou-se GAGA, o ambiente também mudou estando posters enormes na discoteca com a fotografia da cantora.

Comments are closed.