Dois Tipos de Felicidade

Amigos, este é um trecho de um dos próximos artigos a serem colocados no site do Nalanda, de nosso mestre, o venerável Ajahn Buddhadasa:

Dois Tipos de Felicidade: Sensual e Espiritual

Primeiro, podemos ver que existem pelo menos dois tipos de felicidade, a felicidade utilizada na linguagem popular diária e a felicidade na linguagem do Dhamma.

Por linguagem popular, queremos dizer a linguagem comum e cotidiana das pessoas. Neste tipo de linguagem, felicidade é algo em que podemos nos embebedar, podemos ter uma paixão cega por ela, enlouquecer, se perder, e… isto é muito importante… ela morde seu dono.

Esta é a felicidade na linguagem popular. A felicidade que intoxica, obceca, engana, e que no fim ‘morde seu dono’.

Se olharmos de perto, esta felicidade da linguagem popular, comum e medíocre, não é a verdadeira felicidade. O que ela realmente é, é um tipo de prazer falso e enganador. É um tipo de prazer atrativo e delicioso que engana.

A maioria das pessoas tomam como felicidade. Este prazer falso, este prazer enganador está sempre pronto a se tornar uma isca e nos apanhar em armadilha.

Assim todos os homens comuns que estão em busca destes prazeres enganosos estão sendo apanhados por esta isca. Este é o estado dos homens do mundo sendo enganados e atraídos pela isca dos prazeres mundanos ou prazeres enganosos. Esta é a felicidade na linguagem popular.

Esta felicidade mundana sempre é algo material e físico, depende de corpos e objetos materiais. Não é um tipo mental ou espiritual de felicidade. Por isso, o preço que se paga por esses tipos de prazeres enganosos é muito alto, um verdadeiro fardo a ser carregado. E então, eles conduzem a todos os tipos de trabalhos, competições e problemas para aqueles que buscam esse tipo de felicidade.

O último ponto a ser dito sobre esta felicidade na linguagem popular é que ela é a base do egoísmo. Tão logo as pessoas se entregam a esses tipos enganosos de prazeres, isso se torna egoísmo, criando todos os problemas a ele associados.

dhanapala

Este é o blog pessoal de Ricardo Sasaki (Dhanapala), psicoterapeuta, palestrante e professor autorizado na tradição buddhista theravada e mahayana, tradutor, autor e editor de vários livros, com um grande interesse na promoção e desenvolvimento de meios hábeis que colaborem na diminuição real do sofrimento dos seres, principalmente aqueles inspirados nos ensinamentos do Buddha. Dirige o Centro de Estudos Buddhistas Nalanda e escreve no blog Folhas no Caminho. É também um dos professores do Numi - Núcleo de Mindfulness para o qual escreve regularmente. Para perguntas sobre o buddhismo, estudos em grupo e sugestões para esta coluna, pode ser contactado aqui.