Estamos em Jaipur

Estamos em Jaipur
(10.01.2011)

Relato da Pátchima:

Dia de tour pela cidade e dia de aniversário. Pulamos cedo da cama para as 07h subirmos no ônibus em direção ao Forte Amber. Já no ônibus teve “Parabéns pra você” para um dos viajantes. Não passou em branco. Ficamos felizes por estarmos juntos comemorando o seu aniversário.

O Forte Amber é lindo!!!! Já do ônibus pode-se admirar a beleza das montanhas e o forte estrategicamente posicionado lá no alto. Quem quer subir até o Forte sobre um elefante??? Quase todos! Pra mim foi uma festa! Lá fui com o companheiro Lukas. Uma fila indiana de elefantes levando duplas de alegres brasileiros. 


Enquanto subimos, vamos admirando a paisagem belíssima do forte, lago Maotha e da muralha original da cidade.


O Forte é praticamente uma cidade e foi construído sobre estrutura de outra cidade que já existia ali por volta do ano 1000. Com um maravilhoso dia de sol o passeio não poderia ter sido melhor. O forte é gigantesco e mole, mole, a gente pode se perder por entre os muitos corredores estreitos que levam a diferentes lugares. Foi um passeio maravilhoso.




Do Forte fomos para o Observatório Jantar Mantar. No caminho uma parada para admirar o Palácio das Águas que vocês já devem imaginar fica no meio de um lago, quase como se estivesse flutuando.


O Observatório Jantar Mantar foi construído em 1789. Reúne aparelhos muito grandes para medir constelações, horário solar, previsão de seca e muito mais. São tão grandes que parecem esculturas gigantes. Ficam a céu aberto em meio a um jardim muito bonito.


Próxima parada: Palácio dos Ventos. Construído em 1799. Faz parte do conjunto de prédios que compõe o Palácio Real. Prédio de 05 andares com minúsculas janelinhas que permitiam às mulheres do harém observar o movimento da rua. Visto de longe a parte frontal do prédio lembra uma coroa por causa de suas janelinhas projetadas dando uma idéia arredondada. É todo rosa. Um dos símbolos turísticos da cidade.


O dia foi cheio de novidades. Quando voltamos ao hotel houve bolo, parabéns e felicitações ao aniversariante do dia. Amanhã saída para Jodhpur.

Cf. Também, relato da Rosana sobre esse dia

dhanapala

Este é o blog pessoal de Ricardo Sasaki (Dhanapala), psicoterapeuta, palestrante e professor autorizado na tradição buddhista theravada e mahayana, tradutor, autor e editor de vários livros, com um grande interesse na promoção e desenvolvimento de meios hábeis que colaborem na diminuição real do sofrimento dos seres, principalmente aqueles inspirados nos ensinamentos do Buddha. Dirige o Centro de Estudos Buddhistas Nalanda e escreve no blog Folhas no Caminho. É também um dos professores do Numi - Núcleo de Mindfulness para o qual escreve regularmente. Para perguntas sobre o buddhismo, estudos em grupo e sugestões para esta coluna, pode ser contactado aqui.