Internet Symphony

Alguns não acreditam que a internet possa unir as pessoas. Ela, como todas as coisas na vida, pode ser usada para o bem ou para o mal. Pode alimentar a alma ou destruir o que há de melhor no ser humano. Este aqui é um exemplo do Google. O Youtube recebeu milhares de videos de todo o mundo, com músicos amadores e profissionais tocando a mesma música: uma composição de Tan Dun chamada “Internet Symphony, Eroica”. Eles foram coletados, escolhidos e reunidos. O produto final foi este, uma beleza que vem da música e da união (até um dos guerreiros do Império de Guerra nas Estrelas conseguiu entrar):


dhanapala

Este é o blog pessoal de Ricardo Sasaki (Dhanapala), psicoterapeuta, palestrante e professor autorizado na tradição buddhista theravada e mahayana, tradutor, autor e editor de vários livros, com um grande interesse na promoção e desenvolvimento de meios hábeis que colaborem na diminuição real do sofrimento dos seres, principalmente aqueles inspirados nos ensinamentos do Buddha. Dirige o Centro de Estudos Buddhistas Nalanda e escreve no blog Folhas no Caminho. É também um dos professores do Numi - Núcleo de Mindfulness para o qual escreve regularmente. Para perguntas sobre o buddhismo, estudos em grupo e sugestões para esta coluna, pode ser contactado aqui.

2 Comments

  1. concordo, a net tanto pode ” unir”
    ( ainda que de forma rasa) qto separar…creio que antes de qquer
    adesão, devemos nos perguntar: isso me é necessário ou estaria eu apenas seguindo modismo, compto
    de manada. por temer ficar fora da ” rede”? Recentemente dialoguei com um amigo blogueiro, que sempre segui no anonimato ( algumas vezes até comentei)essa questão, pois cai na besteira de entrar no blog dele, pelo link do meu ” bloguinho”, que nada mais é que apontamentos para reflexão. Bem fui descoberta e começamos a prosear, concluindo…fui intimada a ser sua ” seguidora publica” o que me recusei embora continue a le-lo quase que diariamente. No final o que ficou claro para mim, que essa era uma necessidade dele, não minha. Eu posso muito bem continuar acompanhando-o, fazer comentarios etc. e tal…sem deixar marcada publicamente minha opção, por onde ando, do que gosto, o que leio e tal e tal….é a isso que resisto, esse controle sobre tudo e todos. Me lembra o Gde Irmão do Orwel…rs.Acho que andei lendo muito o Bauman, o que veio a reforçar minha postura.O que me espanta é que ninguém se dá conta desses mecanismos que estão sendo usados para controle, as sutilezas e onde isso vai parar…
    quero isso não.

    Uma vez, me perguntaram como eu podia gostar tanto de viver em Sampa, uma cidade desumana e a critica foi longe…respondi que a delicia de viver em Sampa é o anonimato, fazemos a nossa rede de amigos ( conquistados, pois não creio em almoço de gratis)e no mais
    somos anonimos na multidão, uma delicia!….rs.

    abs

    ana

Comments are closed.