micos, almofadas e sapotis

Entre uma palestra e outra, entre uma inspiração e uma expiração na prática da meditação, um pouco de tempo também para apreciar o imenso mar sergipano e a hospitalidade em meio à natureza. Aí abaixo nossos companheiros de café da manhã. Não apenas nós gostamos de sapotis, atemóias, mangaba, tapioca, queijadinhas e pamonhas caseiras da dna. nilma.

E para quem nunca viu, isto aí abaixo são sapotis, lá do mercado. A primeira vez que comi sapoti foi na Índia e nem desconfiava que aquilo se chamava sapoti e que tinha aos montes no nordeste brasileiro. Comia na Índia, repetia, e achava que era típico de lá. Até que um dia fui apresentado à mesma fruta, com nome diferente. Doce doce…

dhanapala

Este é o blog pessoal de Ricardo Sasaki (Dhanapala), psicoterapeuta, palestrante e professor autorizado na tradição buddhista theravada e mahayana, tradutor, autor e editor de vários livros, com um grande interesse na promoção e desenvolvimento de meios hábeis que colaborem na diminuição real do sofrimento dos seres, principalmente aqueles inspirados nos ensinamentos do Buddha. Dirige o Centro de Estudos Buddhistas Nalanda e escreve no blog Folhas no Caminho. É também um dos professores do Numi - Núcleo de Mindfulness para o qual escreve regularmente. Para perguntas sobre o buddhismo, estudos em grupo e sugestões para esta coluna, pode ser contactado aqui.

6 Comments

  1. Então quem sabe a Fátima portuga e a Fátima brazuca não vão juntas experimentar as frutas do pomar de Aracaju?

  2. As frutas brasileiras… oh! devem mesmo ser maravilhosas, o que não duvido, mas digo devem porque ainda não as provei “in situ”! Estou apaixonada pelos micos!
    Visitar a filhota? É o que eu mais quero…

    A que está em 41.º08N; 8.º40W

  3. Fátima brasileira: mangaba vc só vai saber quando aparecer lá em Aracaju! Já estão te esperando. Posso adiantar que nada tem a ver com manga e banana!
    Fátima portuguesa: as frutas brasileiras são realmente maravilhosas. Vc não virá visitar sua filha aqui?

  4. Atemóias, mangaba e pamonhas, que nomes “giros”, desconhecia…
    E como não tinha um brasleiro/a à mão, tive de recorrer ao g⊙⊙g…

    Fátima(41ºN;8ºW)

  5. opa, esqueci… e mangaba? que vem a ser? manga+banana? atemóia???? essas coisas existem mesmo? pode provar? tem foto? acho que o antonio vai ter que levar no próximo retiro!
    Fátima

  6. Galerinha bem animada sobre a mesa hein!Ô prof. tem certeza que é mico??? Tá mais com cara de gremlins! Dá uma olhada no tamanho da orelha deles!!!
    Fátima

Comments are closed.