Não Agarrar, Não Morder


Mesmo se não te apegares à bondade que fizeste,
Ela ainda dará bons resultados em retorno.
Mesmo se não te apegares à maldade que possuíste,
A maldade futura é alimentada de acordo com sua natureza.

Não-apego é muito melhor em não morder;
Pode ser quieto, pacífico, assentado e sóbrio.
Tão logo te agarres em algo, isso se volta e morde;
Bom e mal, ambos mordem, isto posso garantir.

Não-apego não é nem um pouco pesado,
Deliciosamente livre de qualquer poder que prenda.
O menor agarrar, impulsiona-te para o buraco
Roendo as raízes e cada fibra do coração!

Poemas Éticos de Buddhadasa Bhikkhu, Fevereiro 2002,
tradução do thai para o inglês por Santikaro
tradução para o português por Ricardo Sasaki

dhanapala

Este é o blog pessoal de Ricardo Sasaki (Dhanapala), psicoterapeuta, palestrante e professor autorizado na tradição buddhista theravada e mahayana, tradutor, autor e editor de vários livros, com um grande interesse na promoção e desenvolvimento de meios hábeis que colaborem na diminuição real do sofrimento dos seres, principalmente aqueles inspirados nos ensinamentos do Buddha. Dirige o Centro de Estudos Buddhistas Nalanda e escreve no blog Folhas no Caminho. É também um dos professores do Numi - Núcleo de Mindfulness para o qual escreve regularmente. Para perguntas sobre o buddhismo, estudos em grupo e sugestões para esta coluna, pode ser contactado aqui.