nas estradas das águas geladas

Por entre as pistas geladas…

e as pedras nos atingindo nas encostas montanhosas…

o caminho se abre por entre as montanhas.

Que ‘perigos’ estão ainda pela frente?

Estradas são eventos interessantes, por algumas seguimos, outras evitamos, muitas cruzamos. Como pessoas, coisas e situações em nossas vidas, algumas delas são apenas eventos passageiros. Outras vezes nos entretemos algum tempo num cruzamento. A bela paisagem, uma árvore ou pássaro estranho, ou apenas um ponto de descanso na longa marcha que não parará por lá (vimos até uma cuia de chimarrão gigante num dos cruzamentos!). Cruzamentos e suas ruas paralelas são apenas isso: passagens, não paradas. Por vezes também tomamos enganosamente uma dessas ruas paralelas. Não é interessante como na viagem um pequeno caminho tomado por engano vai nos levando a mais e mais paragens até um ponto em que até mesmo podemos ficar perdidos? Se não perdidos, acabamos por lugares bem diferentes de nosso propósito original. Não que haja caminhos absolutamente errôneos ou absolutamente certos, mas desvios ou corretos isso depende de nossos propósitos. O que queremos da vida? O que esperamos dela? Como, na viagem, achamos que devemos nos comportar diante daqueles com os quais nos encontramos? Um pequeno desvio – aquela estrada marginal – e onde paramos? Dizem os taoístas que não precisamos tanto encontrar o caminho, pois ele está a nossa frente, mas apenas não nos perdemos nos desvios. Quando o caminho delineado pelos nossos propósitos e consciência se abre diante de nós e é seguido, como é bom ver as paisagens que nos foram prometidas no planejamento inicial!

dhanapala

Este é o blog pessoal de Ricardo Sasaki (Dhanapala), psicoterapeuta, palestrante e professor autorizado na tradição buddhista theravada e mahayana, tradutor, autor e editor de vários livros, com um grande interesse na promoção e desenvolvimento de meios hábeis que colaborem na diminuição real do sofrimento dos seres, principalmente aqueles inspirados nos ensinamentos do Buddha. Dirige o Centro de Estudos Buddhistas Nalanda e escreve no blog Folhas no Caminho. É também um dos professores do Numi - Núcleo de Mindfulness para o qual escreve regularmente. Para perguntas sobre o buddhismo, estudos em grupo e sugestões para esta coluna, pode ser contactado aqui.

One Comment

  1. Nossa professor, arrasou!!! Muito lindo!

    Josane

Comments are closed.