Pátchima está de volta!

Leitores das Folhas, Pátchima está de volta aqui no blog com mais algumas aventuras de suas andanças! Quem ainda não conhece suas andanças por aqui pode procurar nos labels ‘pátchima’ e ‘thailandia2009’. Eis o post de estréia:

“Amigos, novamente embarcamos rumo a Tailandia. Dessa vez com direito a passeio no Camboja. Estamos em 11 pessoas. Brasileiros de Minas, Paraná, Mato Grosso e Sergipe. Para muitos do grupo é a primeira vez fora do Brasil. Primeira parada: Amsterdam. Saímos do Brasil esperando encontrar frio de rachar e muita neve para encher os nossos olhos sem intimidade alguma com tanto branco. Aterrramos as 11h30 em Amsterdam. Belo dia de sol e céu azul. Frio sim, mas não de rachar. Neve? Não vimos nada.

Depois do susto na imigraçao holandesa por conta de rápido sequestro de nosso guia para averiguaçao de passaporte, foi tudo tranquilo. Para chegar ao centro de Amsterdam tomamos o trem que faz o trajeto em 15 minutos. Como não estou acostumada, achei que o pessoal aqui tem excesso de confiança (para os padroes brasileiros) uns nos outros. Compramos os tickets para o trajeto aeroporto/centro. E fomos entrando!

Não havia catraca onde pudessemos colocar o ticket e muito menos alguém cobrando a apresentaçao do ticket, seja fora ou dentro do trem. Pode? E lá fomos e voltamos sem ninguém ou máquina para solicitar o ticket!!! Falei excesso de confiança, mas claro que isto que experimentamos – fazer o que deve ser feito em prol do funcionamento da vida em comum – deveria ser apenas o ordinário e não o extraordinário, como fiquei achando….

Assim que cruzamos as portas da estação que dão acesso as ruas holandesas, um oceano de bicicletas invadiu o cenário!!! Para todo lado! Impressionante! E junto com as bicicletas, belas paisagens onde canais, barcos, pontes e arquitetura tipica presentearam a expedição brasileira. Caminhamos por ruas silenciosas que margeam os canais. Pouca gente. Fomos até a Casa de Anne Frank. Ainda no caminho topamos com moças, em carne e osso, em vitrines, que para quem estava mais próximo, mostravam um corpo sem rosto. Seguimos caminhando até a Praça Dam, no centro de Amsterdam. Toda a gente que não vimos na região onde está a casa de Anne Frank, apareceu na Dam e arredores. Por ali encontramos um comércio vivo. Lojas, muitas lojas, souvenirs, músicos de rua, lojas e mais lojas. Muita gente comendo o que ficamos sabendo tratar-se de comida típica local: batata frita colocada em cones de papel, cobertas com molho.

Na Dam está o famoso Museu de Cera Madame Tussaud. Quem sabe numa próxima a gente entra. Hoje nosso tempo é escasso. 16h30 e a lua já está brilhando no ceu. O avião que nos levará a Bangkok sai a noite. Amanha, Ásia!!!!

dhanapala

Este é o blog pessoal de Ricardo Sasaki (Dhanapala), psicoterapeuta, palestrante e professor autorizado na tradição buddhista theravada e mahayana, tradutor, autor e editor de vários livros, com um grande interesse na promoção e desenvolvimento de meios hábeis que colaborem na diminuição real do sofrimento dos seres, principalmente aqueles inspirados nos ensinamentos do Buddha. Dirige o Centro de Estudos Buddhistas Nalanda e escreve no blog Folhas no Caminho. É também um dos professores do Numi - Núcleo de Mindfulness para o qual escreve regularmente. Para perguntas sobre o buddhismo, estudos em grupo e sugestões para esta coluna, pode ser contactado aqui.

8 Comments

  1. Que maaaaravilha que deu certo para ver Amsterdan antes da luz da lua, hehehe.
    Nao se deixe enganar; parece que nao precisa do ticket do bonde, ou trem, ou seja o q for, mas eles dào umas incertas e pedem o ticket de surpresa de vez em quando. obviamente não tê-lo vira problema, kkkkk.
    Have you been using your English a lot?
    Aproveite muito!
    bj
    Josuí

  2. Fátimaaaaaa!!!
    Que bom saber que está tudo bem por ai que está gostando de Amsterdã!
    Estaremos aguardando as novas postagens e curta bastante esse passeio!
    Beijos.

    Silvinho

  3. Oi, Fátima!!! Que bom ler sobre você! Estava anciosa para saber da sua chegada em Amsterdã! A cidade e mesmo maravilhosa! Aguardo novas postagens!
    Bjão!!
    Elisa

  4. Olha, por este Amsterdao to achando que deve ser alguem de alem mar…errei??? abs. Fatima

  5. Sorte de principiante, chegar a Amesterdão e apanhar um dia de sol e pouco frio!
    Grandabraço para todos.
    Quem sou eu? ahah…

  6. Amigos! Que bom saber de vocês e que prazer ler a Pátchima de novo!
    Vou ficar ligada no Folhas para acompanhar o vosso trajecto :0)
    Um excelente 2010 para todos
    Abração cá de Lisboa

  7. Surpreendente tanta gente no grupo, amparem-se em todos. Boas viagens e Feliz Asia Nova rsrs

  8. Ôpa! Finalmente, notícias! E pela boca de Pátchima!!! Maravilha!
    Sejam bem-vindos (ou idos?).
    Bom saber que tudo está bem! Feliz ano novo para os amigos aí!!
    Vosso companheiro de viagem.

Comments are closed.