bbv pátchima uttaranyana

Pátchima na Inglaterra

Chegamos ontem em Paris as 06h30 da manha. Um tempo que lembrou minha cidade, Curitiba, frio, nublado e chuvoso. E é verao aqui !!!!!!!!!!!!!! Lá em Bangkok o calor já devia estar pondo as manguinhas de fora! O aeroporto Charles De Gaulle é tao grande, tao grande, que precisamos pegar um trem para ir de um terminal a outro. Cada terminal é um universo a parte. Este terminal onde vamos embarcar para Birmingham tem uma parte, diz o prof., que lembra o cenário dos “Jetsons” !!! E nao é que é mesmo!!! Muitas esteiras rolantes pra cima e pra baixo e muitos tubos. Tomamos chocolate quente porque olhando pra fora nao dá vontade de outra coisa. Sabem quanto custou? 4,20 (quatro euros e vinte) O preco de um almoco para 03 em Bangkok. Socorro !!!!!!!!!!!!! Ainda com Bangkok na mente, aqui é muito diferente. E mais parecido com o mundo que conheco.

Chegamos em Birmingham as 11h. O tempo aqui é o oposto de Paris. Um sol muito lindo, mas o vento é de lascar!!! Gelado!!!! O Bhante Nagasena, muito simpático, estava no aeroporto nos esperando. No caminho, enquanto prof. conversa, venho observando a paisagem. A cidade é muito bonita, bastante aberta. Achei que nao há muito relevo por aqui. As casas em sua grande maioria sao de tijolinho a vista, dando uma certa uniformidade na paisagem. As árvores com troncos escuros e folhas verdinhas, verdinhas, sobressaem por entre os tons de marrons das casas. Adorei as árvores. E há plátanos (aquelas árvores que ficam com as folhas todas alaranjadas escuras no outono, sabem qual?) Sao altas e frondosas. Estao por toda a parte. A vida aqui é outra, so de olhar as ruas. Muito diferente de Bangkok. Nem é possivel comparar culturas tao diversas. Cada uma com sua singularidade.

Quando chegamos ao monasterio lá estava no portao o Bhante Uttaranyana!!!!!!!!!!!!! Do mesmo jeitinho. Extremamente amável, alegre e preocupado em nos fazer sentir em casa. Todos os abracos encaminhados foram entregues!!!!! Foi muito bom reve-lo. Vi outros dois monges. O Bhante nos apresentou uma senhora chamada Mar Mar. Nos recebeu com muita gentileza e simpatia. Ela foi mostrando o templo e explicando o funcionamento das coisas e atividades.

Prof. e eu fomos fazer um breve reconhecimento dos arredores. Tá loco!!!!! Um vento gelado. Ninguém nas ruas. Parece ser um bairro bem residencial. Achamos um pequeno comercio local e voltamos. Acabamos descobrindo que o monastério fica bem ao fundo de um grande lago, muito bonito.

Prof. foi assistir “teaching class” sobre Abhidhamma com o Bhante e mais 03 alunos regulares. Fui dormir (ia ficar boiando no ingles). Estava completamente gelada ao acordar. Enfiei pijama por debaixo da calca e todas as 03 blusas de manga comprida que tinha na mala. Agora é esperar que nao esfrie mais. So tenho 02 meias!!! Acordei as 18h. A vida aqui no monasterio é simples e silenciosa. Fui para a cozinha e me arranjei por lá com pao e cafe. Fiquei na biblioteca ate 21h. Otimo lugar pra ficar. Muitos livros em birmanes!!!!!! Vc já viram o alfabeto birmanes??? Nao entendo absolutamente nada mas é lindo! Parecem varias combinacoes de bolinhas, abertas, fechadas, juntas, separadas, geminadas, etc. Fiquei trabalhando numas coisas que trouxe pensando justamente nestes momentos. Nesse meio tempo, nada, nem ninguém. Hora de dormir. Muito estranho, ainda tem sol lá fora! Acreditem, eu dormi com um mega cobertor e mais dois edredons pesados. Amanha recitacao na sala de meditacao as 06h15. Um grande abc a todos.

(o amigo Jorge Furtado iria adorar….nublado do jeito que ele diz gostar)

© fotos, Dhanapala 2009

One comment

  • 14/05/2009 - 3:27 pm | Permalink

    …mas esteja certa disso!!

  • Comments are closed.

    Powered by: Wordpress
    %d blogueiros gostam disto: