buddhadasa buddhismo budismo

Seksan, Buddhadasa and Political Voidness

O que política, Ajahn Buddhadasa e um ativista de extrema esquerda dos anos 70 têm a ver entre si? Leia aqui boas reflexões (em inglês). Nem todas as idéias estão corretas, como por ex. a de que Ajahn Buddhadasa teria tirado a idéia de vacuidade do Māhayāna (pelo contrário, Tan Ajahn a toma direto do cânon pāli e cita que o Māhayāna possui a mesma idéia), mas vale a pena pelas reflexões e transformações de Seksan Prasertkul.

Compartilhe com seus amigosShare on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

3 Comments

  • 09/11/2007 - 3:00 pm | Permalink

    Uma frase exaustivamente citada de S. S. O Dalai Lama é a em que ele diz que se houver algo no Budismo que iquestionavelmente contradiga à ciência este algo deve ser alterado. Não seria a hora de os Mahayanistas refletirem sobre a possibilidade de adotar o mesmo princípio com relação àquilo que contradiga fatos?

  • 09/11/2007 - 12:13 pm | Permalink

    Esta idéia iludida provém de aqueles que assim comentam (mahayanistas) não conhecerem a tradição theravada, assim acabam opinando sobre o que não conhecem. Os que são bem informados não falam tal coisa. Mas raramente se lê ou estuda as escrituras antigas em centros Mahayana, então quando falam sobre Theravada é de se esperar muita confusão 🙂

  • 09/11/2007 - 7:03 am | Permalink

    Por que existe essa idéia de que os ensinamentos sobre vacuidade são retirados do Mahayana?
    Mesmo entre Buddhistas há este equívoco.
    Qual é a diferença entre o que foi exposto por Nagarjuna e o que está no cânon pali?

  • Comments are closed.

    Powered by: Wordpress
    %d blogueiros gostam disto: