Como Apegar-se ao Gênero Subverte a Iluminação

Um dos projetos em que estou engajado no momento é a preparação do novo número da Revista Sati. O número 2 é muito interessante e tem como subtítulo “As Contribuições das Mulheres para o Buddhismo”. A editora americana logo de início abre com a pergunta intrigante: “Até recentemente, quem perguntasse sobre a história do Buddhismo […]

Feliz Māgha Pūjā!

Nos países Theravāda o feriado buddhista de Māgha Pūjā é comemorado hoje, 14 de fevereiro. Māgha Pūjā celebra quatro ocasiões auspiciosas que ocorreram no Parque dos Bambus (Veluvana), perto de Rajagaha, nove meses após a Iluminação do Buddha. Segundo o comentário ao Mahāsamayasutta, DN 20) quatro eventos maravilhosos ocorreram: 1. 1250 discípulos vieram visitar o Buddha naquela […]

Aprendendo a pensar corretamente

É motivo de grande felicidade podermos trazer novamente ao público de língua portuguesa o livro exclusivo do Ven. Bhikkhu Bodhi, “Pensando o Buddhismo”. Esgotado desde algum tempo, ele agora chega em formato ebook e no mês que vêm em livro impresso. “Pensando o Buddhismo”Autor: Ven. Bhikkhu Bodhi Tradução: Grupo de Tradução do Nalanda Edição Impressa:ISBN: […]

Céu Azul Verde Mar: Noções sobre o Buddhismo Coreano

Estávamos esperando a abertura da loja brasileira da Amazon para dar a novidade. É um prazer informar a republicação, agora em formato ebook, do livro (já esgotado em versão impressa) “Céu Azul Verde Mar: Noções sobre o Buddhismo Coreano”, dedicado a apresentar alguns conceitos sobre o Buddhismo na Coréia, bem como sua história. Publicado em […]

Mordidas e Livros

O “Eu que Morde Seu Dono” é um dos ensinamentos mais importantes dados pelo Venerável Ajahn Buddhadasa. Neste breve artigo que aparece no blog do Nalanda Curitiba, Tan Ajahn toca num assunto fundamental para todo seguidor do Dhamma: “Como viver sem que a vida morda seu dono?” O que faz surgir o “dono”? Um bom […]

Encontrando o Buddhismo

Passado o retiro, hora de começar apropriadamente o ano (já que no Brasil é depois do carnaval que se começa, não?). Nas listas buddhistas ocorre uma interessante discussão sobre as dificuldades de se encontrar o Dharma e centros buddhistas no Brasil, bem como se a população buddhista cresce ou diminui por aqui. É uma velha […]