Uai

Quando me mudei para cá, as Minas, uma das coisas que aprendi foi a falar “uai”. Agora uma amiga me indicou uma explicação profunda do que isso realmente significa…. Atentem para uma das definições: “Uai significa algo como a manifestação da banalidade da existência e da insignificância do ser humano diante da vastidão do universo“…

Acabei de procurar no Houaiss o significado da riquíssima expressão “uai” e vi que ela não existe no léxico formal da língua portuguesa. Vou tentar uma aproximação: Uai significa algo como a manifestação da banalidade da existência e da insignificância do ser humano diante da vastidão do universo. Exemplo: “Parece que vai chover.” “Uai, nessa época…” o que vale dizer: “Não adianta chorar, a chuva vai molhar e é bom ir procurando um guarda chuva.” Ou então: “Onde você estava ontem?” “Uai, tava no boteco bebendo.” Uai, nesse caso, revela a obviedade da resposta. Ela é tão clara, tão límpida e cristalina, que necessita desse neologismo caipira para reafirmar seu conteúdo: “É lógico que eu estava no boteco bebendo. Onde mais estaria? Afinal de contas sou um alcoolatra.” Uai pode ser usado em vários contextos, mas é como manifestação do óbvio latente e escancarado que exprime seu mais profundo significado. E exprime também uma espécie de consciência anterior a algum tipo de revelação – até mesmo metafísica. Se deus se revelasse para o matuto em todo o seu esplendor ele apenas responderia: “Uai, eu já sabia.” É tipo de expressão que Alberto Caeiro – o heterônimo de Pessoa que despreza complexas estruturas filosóficas em prol de uma natureza limpa e crua, cortada por árvores, montanhas e flores, gostaria. E além disso, por ser formada exclusivamente por três vogais, a expressão é bastante musical e agradável aos ouvidos. É estranho que até hoje não se tenha composto uma música popular cujo refrão fosse composto de uais. Algo do tipo: “Uai, meu amor, pra onde você vai? Ai, ai, ai…” Ué é a variante urbana do uai rural. Significa mais ou menos a mesma coisa. Agora, se me perguntarem porque uso o neologismo urbanizado e não sua matriz rural, respondo simplesmente: “Ué, porque é mais curto.”

dessa página aqui, uai

dhanapala

Este é o blog pessoal de Ricardo Sasaki (Dhanapala), psicoterapeuta, palestrante e professor autorizado na tradição buddhista theravada e mahayana, tradutor, autor e editor de vários livros, com um grande interesse na promoção e desenvolvimento de meios hábeis que colaborem na diminuição real do sofrimento dos seres, principalmente aqueles inspirados nos ensinamentos do Buddha. Dirige o Centro de Estudos Buddhistas Nalanda e escreve no blog Folhas no Caminho. É também um dos professores do Numi - Núcleo de Mindfulness para o qual escreve regularmente. Para perguntas sobre o buddhismo, estudos em grupo e sugestões para esta coluna, pode ser contactado aqui.

3 Comments

  1. no dicionário de português (Portugal),

    uai!
    é:
    interj.,
    Brasil,
    exprime surpresa, espanto.

Comments are closed.